segunda-feira, 7 de março de 2011

Dúvida

Nas ruas, onde me deixaste,
cultivo um amor ainda mais intenso.
Mas não por ti,
não por tuas tranças,
seus lábios,
teus cândidos seios,
seus risos e sua beleza.

Cultivo um amor ainda mais potente
Um amor, um amor pelo ódio.
Odeio-te com certo amor,
pois odiar-te me faz bem

Odeio meu amor remanescente por ti,
odeio tua beleza, odeio querer te odiar,
tu em mim, inspiras apenas ódio.

Ódio de ti, ou ódio de mim ?


4 comentários:

  1. Lindo poema, o amor as vezes nós deixa confusa, sem saber o que fazer.
    Parabéns.

    #Beijos e Sucesso
    http://www.semfreios.org/

    ResponderExcluir
  2. Adorei. Ódio e amor realmente andam juntos. Como se um não pudesse existir sem o outro. Parabéns, e sucesso :)

    ResponderExcluir
  3. poema lindo lindo... amoor e ódio.

    ResponderExcluir
  4. Muitos acham que o ódio é o sentimento oposto ao amor...

    Se enganarem: o oposto do amor é a indiferença!

    Retribuindo seu comentário no meu blog. Obrigada!

    P.S. Gostei muito do template do blog. Original...

    ResponderExcluir